Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Pontalina -

Mulher é presa acusada de tentativa de homicídio

Policiais Civis de Pontalina cumpriram na manhã de hoje, 21/11/2019, mandado de prisão preventiva de Leyddem Ketilley Cândida Teotônio, 20 anos, pelo cometimento do crime de tentativa de homicídio, previsto no artigo 121, caput c/c o artigo 14, inciso II, ambos do Código Penal Brasileiro.

Leyddem é acusada de tentar contra a vida de J.F., fato ocorrido no dia 10/11/2019 ,no Pontalina Clube.

De acordo com as investigações, a vítima havia ido ao Pontalina Clube buscar sua filha, que estava na companhia de seu esposo. No local, uma pessoa que estava acompanhada de Leyddem, mexeu com vítima, lhe chamando de “Gostosa”, motivo pelo qual a vítima iniciou uma discussão com seu esposo.

Neste momento, o marido da vítima foi instigado por D.F. e ambos entraram em luta corporal. O grupo em que Leyddem estava passou a agredir fisicamente o marido da vítima, sendo preciso a vítima J.F intervir. No entanto, neste momento, a vítima J.F. sentiu um forte ardor nas costas e, ao verificar do que se tratava, viu que estava sangrando e percebeu que Leyddem continuava a desferir golpes de faca, tendo sido impedido pela própria vítima.

Após os fatos, Leyddem se evadiu do local, tomando rumo incerto e não sabido. No total, a vítima J.F recebeu 8 golpes de faca, sendo duas 02 nas costas, 03 na face e 03 na região do abdômen. Diante de tais elementos de prova, a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva da acusada, ao que foi atendido pelo Poder Judiciário local, após manifestação favorável do Ministério Público.

Cabe ressaltar que Leyddem já possui passagem por tráfico de drogas, fornecimento de bebida alcoólica para menor de 18 anos, desacato e resistência, tipificados no artigo 33, caput da Lei 11.343/06, artigo 243, caput do ECA, 329, caput e 331, caput do Código Penal Brasileiro.

Na data de hoje, 21/11/2019, Leyddem foi localizada e presa e, após todos os procedimentos de praxe, recolhida na Unidade Prisional de Pontalina, onde se encontra à disposição da justiça. Fonte/foto: 6. DRP/Itumbiara.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior