Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Morrinhos -

Polícia Civil prende mulher suspeita de comercializar bebê

 

Nathália Aparecida Almeida Bento (foto) foi presa em flagrante pela Polícia Civil de Morrinhos ontem (29) suspeita de comercializar seu bebê recém-nascido em um hospital particular da cidade. A autuada é de Goiatuba e durante os últimos meses vinha negociando o filho que gerava com um casal, que está foragido, de Goiatuba, identificados como sendo Lucas Silva, vulgo Darlan e Rosana Fernandes, donos de uma garagem de veículos no referido município.

Os criminosos planejaram a ação em detalhes e a presa, de 20 anos, já havia recebido em parcelas mensais R$ 5.800,00 do valor combinado de R$ 7.800,00. O parto seria realizado no Mato Grosso, para despistar a polícia, mas como no sábado ela teve complicações médicas vieram para Morrinhos, tendo o parto ocorrido em um hospital particular. O valor de R$ 2.300,00, pago à vista e antecipado na maternidade chamou a atenção do conselho tutelar e da polícia que iniciou diligências apurando rapidamente a negociação do bebê.

Por volta das 19 horas de ontem Natalia foi presa e confessou o crime narrando que se identificou na maternidade já com o nome da compradora da criança, detalhando também os dados do pai como sendo o comprador, alegando que não tinha documentos. Se não fosse a rápida ação da polícia até a certidão de nascimento seria expedida em nome dos compradores, pois os documentos já estavam preenchidos em nome do casal.

Nathália foi autuada por comércio de recém-nascido, previsto no art. 238 do ECA e por falsa identidade e o casal de compradores está foragido. O delegado Rilmo Braga agradece ao conselheiros tutelar de Morrinhos e Goiatuba que brilhantemente apoiou a ação policial. Fonte: Polícia Civil

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior