Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Esporte -

Atlético já esta de olho em 2018

Romes Xavier
Esquecer o fracasso de 2017. Esse é o pensamento dos dirigentes do Atlético e já focar o ano de 2018. Adson Batista vice diretor de futebol do time sabe que é uma missão quase impossível escapar do rebaixamento neste brasileiro. A missão agora é aproveitar o que o time tem de bom para começar um trabalho que pode levar a equipe a primeira divisão em 2019 e aproveitar o novo formato na distribuição de verba para os clubes. 50% do valor de televisão será distribuído igualmente para os 20 participantes da série A e os outros 50% por rendimento dentro da competição. Essa nova regra não fará que o pequeno seja grande, mas fará com que seja mais competitivo. Ou seja: um time como o Atlético poderá ter acima de 50 milhões de reais para contratar e melhorar os seus elencos e jogar de forma mais justa. Tudo que foi conquistado no ano passado com o titulo brasileiro da série B, continuará na lembrança dos atleticanos que tiveram um ano realmente para ser esquecido. Fazia muito tempo que o time rubro-negro não apanhava tanto. No Campeonato Goiano o time foi apenas semifinalista e desclassificado facilmente pelo Goiás. Na Copa do Brasil entrou nas oitavas de finais e fez apenas dois jogos, empatou o primeiro e perdeu o segundo para o Flamengo. No brasileiro, amarga a última posição desde o primeiro jogo quando perdeu para o Coritiba/PR por 4x1 na abertura da competição. Por todos esses motivos não existe outra saída para o Atlético que não seja se programar para a série B do ano que vem. Parece mesmo ser certa a queda do time, que até teve uma reação no returno, mas na hora de definir a saída da zona de rebaixamento, a equipe voltou ao normal. Foi derrotado em casa nos dois jogos que poderiam definir um futuro melhor para o time que está jogando o brasileiro. Palmeiras por 3x1 no Olímpico e Vasco por 1x0 jogando no Serra Dourada. Esses dois resultados foram uma ducha de água fria no torcedor do Dragão que até então estava animado com a possibilidade de deixar as últimas posições e brigar por algo melhor nas próximas rodadas. O próximo adversário do Atlético será o Santos domingo no Estádio da Vila Belmiro na baixada santista. Claro! O Santos é favorito já que ainda está na briga por titulo e o rubro-negro se apega no fato de jogar bem fora de casa. Só isso! Nada mais que isso faz torcedor imaginar que o Atlético pode trazer três pontos. O mar está muito mais para peixe do que para Dragão.


ADSON BATISTA- Dirigente já jogou a toalha

Vila Nova

O Vila Nova tem jogo decisivo neste sábado contra o Oeste/SP no Estádio Serra Dourada as 16:30 h. Missão colorada! Vencer o jogo e torcer por resultado negativo do Paraná Clube contra o América/MG em Belo Horizonte. Torcer para o América? Sim, o time mineiro precisa sair vencedor para que o Vila Nova continue respirando possibilidades de classificação, já que o time paranaense passa ser o principal concorrente do Vila Nova para a vaga, e o que é mais importante, os dois ainda tem confronto direto na próxima semana em Curitiba. Só o Paraná Clube ainda faz o Vila Nova precisar só dele para chegar a primeira divisão. O Vila Nova vencendo o Oeste/SP em casa e o Paraná/PR não passando pelo América fora de casa, os dois vão decidir a quarta vaga na próxima terça-feira. No jogo do começo da semana em Curitiba/ PR vai acontecer uma decisão entre essas duas equipes e dependendo dos resultados deste sábado, na terça-feira, o Vila Nova poderá até jogar por empate, que será um ótimo resultado.

Goiás

O Goiás respira mais aliviado na série B deste brasileiro. Com a chegada de Hélio dos Anjos, o time saiu da zona de rebaixamento e saltou para a meio da tabela. Está mais tranquilo, mas não pode perder o foco e deixar os resultados negativos rondarem o clube. Tem jogo duro neste sábado contra o Luverdense em Lucas do Rio Verde/MT. Mas mesmo sendo fora de casa, o Goiás precisa manter a sua grandeza e vencer o jogo. O time precisa chegar aos 46 pontos para ter uma certeza que escapou do rebaixamento, a partir dessa pontuação olhar a tabela e ver o que pode ser melhorado ainda neste ano e não passar a vergonha de estar entre os últimos colocados. Vencer, vencer, vencer! O Goiás não pode pensar em outra coisa.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior