Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Panamá -

Emater é parceira em projeto de horta em escola municipal

Entre os dias 9 e 11 de outubro, a Escola Municipal Pequeno Príncipe, de Panamá, recebeu um Curso de Olericultura para formação de uma horta na unidade escolar. A atividade foi realizada por meio de parceria entre a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar), o Sindicato Rural do município e a Prefeitura Municipal de Panamá.

Segundo a engenheira agrônoma da Emater Camila Silva Goulart de Paula, que teve a iniciativa de organizar a atividade, procurou a coordenação da escola propondo a construção da horta. “O objetivo é agregar conhecimento e diminuir custos para a escola”, explica a engenheira agrônoma.

De acordo com Camila Goulart “a horta é uma iniciativa para alunos, funcionários e professores, que ensina também a cultivar sem degradar o meio ambiente e sem comprometer a saúde humana”.

A atividade foi inserida do Programa de Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho), do Governo Federal. O programa busca autonomia das famílias através da assistência social, sendo uma iniciativa para desenvolver habilidades e promover o acesso dos usuários ao mundo do trabalho, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social.

Ao todo, 12 pessoas participaram do curso e deram início a horta na escola. Os implementos foram fornecidos pela prefeitura municipal. Foram plantadas mudas de alface, salsinha, rúcula, cebolinha, rabanete, beterraba e couve. As olerícolas serão utilizadas no lanche fornecido para as crianças e foram escolhidas a partir das maiores necessidades apresentada pela direção da escola.

Segundo Camila Silva, além de idealizar o projeto e auxiliar na parceria e no curso, agora o trabalho da Emater passa para a parte de assistência técnica. A engenheira agrônoma irá auxiliar na irrigação, no controle, rotação de canteiros e dará continuidade ao projeto e na construção de novos canteiros.

PARCERIAS - A diretora da Escola Pequeno Príncipe, com cerca de 220 alunos de turmas do Jardim 2 ao 5º ano, Rosaelana de Fátima Costa Sousa, explica que, a partir desse curso realizado na escola, “os professores pretendem incluir nas disciplinas matérias para estudar a horta”. A diretora complementa que o intuito é que “os alunos possam interagir com o meio ambiente e com os alimentos que serão utilizados para o próprio lanche”.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior