Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Preso homem que matou idoso com requintes de crueldade

Preso homem que matou idoso com requintes de crueldade

Na manhã do último sábado (14), por volta das 06 horas, a Policia Militar foi informada via Copom 190, de um possível homicídio ocorrido no setor Park das Primaveras em Goiatuba. 

Logo de imediato, a guarnição do Tenente Aguinel e Soldado Menezes, seguiram para o local e depararam com uma cena nada comum para a população de Goiatuba.

A cena encontrada pelos policiais, fora de um homem de aproximadamente 60 anos de idade, morto por apedrejamento, socos e pontapés. O crânio da vitima havia sido esmagado tal violência das agressões sofridas.

Segundo informações, o autor teria agido com frieza e grande violência, contra a vítima, pois os vizinhos ouviram gritos de socorro, e gritos agonizantes da vítima implorando para não ser morto. Quando o autor percebeu que os vizinhos chamaram a policia, saiu em fuga por rumos ignorados.

O serviço de inteligência do 29º Batalhão, assim que foi acionado, após ouvirem testemunhas no local próximo ao crime, partiram em busca do autor do crime. Pouco tempo depois, os policiais depararam com um rapaz de 23 anos de idade que atende pelo nome de Ueverson Jose Duarte Rodrigues, que após ser abordado pelo serviço de inteligência, confessou ter matado Donizete Fidelis de Souza, de 60 anos de idade com chutes, murros e pedradas.  O que mais intrigou os policiais, fora a frieza a qual o autor confessou o crime, agindo de forma fria, tranquila, como se nada tivesse acontecido, o criminoso contou detalhes do crime com a maior naturalidade, disse que aproveitou do estado de embriaguez da vítima, para cometer o crime, não demonstrando se quer remorso pelo ato cometido por ele.

A motivação do crime? Não podia ser outro se não roubar o dinheiro da vítima, para sustentar o vicio de drogas. O crime chocou a população goiatubense, principalmente os moradores do Setor Park das Primaveras, onde a vítima morava.

O crime pode não ter sido evitado, mas a grande preocupação dos policiais naquele momento foi de dar uma resposta à sociedade goiatubense, tirando das ruas da cidade, um maníaco assassino. (Fonte: Sargento Onidnalro, Comunicação Social 29º BPM)

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior