Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Fernando conhece projeto de hidrelétrica no Meia Ponte

O prefeito Fernando Vasconcelos participou ontem de reunião com os representantes da MinasPCH, grupo empreendedor que compõe o projeto de criação das usinas hidrelétricas aproveitando todo potencial do Rio Meia Ponte, que ao longo de todo seu curso deve receber 18 novas unidades de produção de energia elétrica nos próximos 20 anos, sendo 13 abaixo e 5 acima da represa do Rochedo, construída a mais de 60 anos.

O encontro realizado na FAFICH, é o primeiro que acontece em Goiatuba após a fase de audiências públicas promovidas no ano passado pelo grupo de Estudo Integrado de Bacias Hidrográficas (EIBH) e reuniu membros do Governo Municipal e os representantes da MinasPCH. Jorge Lima, interlocutor da empreendedora, apresentou ao prefeito Fernando Vasconcelos e seus auxiliares o projeto de viabilidade ambiental, técnica e econômica do empreendimento e também maiores detalhes sobre como funciona o projeto, seus impactos positivos e negativos, além da importância do aproveitamento do potencial hídrico do município.

A unidade que a MinasPCH deve implantar neste trecho do Rio Meia Ponte envolverá os município de Goiatuba e Panamá e deverá se chamar Cachoeira do Meia Ponte. O EIBH apresentou que o Rio Meia Ponte tem um potencial, caso instalado todas estas pequenas hidrelétricas, de gerar cerca de 317,5 MW de energia.

O prefeito Fernando Vasconcelos acredita que aproveitar o potencial hídrico-energético do Meia Ponte é um caminho sem volta e os municípios (38 ao longo do rio) devem se mobilizar para tirar o melhor proveito possível, não ficando presos apenas na produção de energia elétrica que é limitada, mas também para incentivar a produção de pequenos agricultores, a agricultura familiar e o lazer e o turismo.

Fernando confirmou que outros encontros acontecerão com os membros da empreendedora, inclusive, no momento oportuno, haverá uma audiência pública com a presença da sociedade goiatubense.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior