Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Dr. Vinícius completa 1 ano a frente da FESG

Esta semana o advogado Vinícius Borges di Ferreira completou um ano à frente do Conselho Gestor da Fundação de Ensino Superior de Goiatuba (FESG), mantenedora da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Goiatuba (FAFICH). Neste período, a instituição manteve seu plano de investimento, a FESG protocolou o processo de transformação da FAFICH em Centro Universitário e planeja lançar novos cursos já a partir do próximo vestibular. Nossa reportagem esteve com o Gestor que revelou alguns detalhes da instituição neste primeiro ano de transformações para o tão sonhado Centro Universitário e futuramente Universidade. Confira principais trechos:

GI: Como você avalia esse 1º ano de Conselho Gestor da FESG?

Vinícius: Avalio de uma forma bastante positiva. Assumi interinamente a FESG no início de agosto e, no dia 21/09/2015, fui efetivado para cumprir mandato de 4 anos após ter sido indicado e aprovado pela Câmara Municipal, atendendo assim o rito estabelecido pela legislação vigente. Naquele momento, fui recebido e obtive total apoio da comunidade acadêmica, quando foi possível fazer um diagnóstico da situação e tomar decisões importantes para a FESG. Desde o início adotamos uma gestão participativa entre a FESG e FAFICH, onde as decisões são tomadas em conjunto com a Direção da FAFICH.

GI: Quais as principais conquistas nesse período?

Vinícius: A principal conquista foi conseguir a união de todos em prol da FAFICH e, com isso, foi possível implantar o projeto do Centro de Extensão em Línguas, protocolamos o Projeto de credenciamento da Faculdade em Centro Universitário, protocolamos o projeto do Curso de Graduação de Licenciatura em Biologia, protocolamos o Projeto do Curso de Odontologia, conseguimos a aprovação do Curso de Bacharelado em Educação Física, realizamos campanhas sociais como outubro rosa e novembro azul, adquirimos dois veículos, priorizamos a valorização do servidor e alunos, o que leva ao fortalecimento da Instituição de Ensino Superior.

GI: Como está o processo de criação do Centro Universitário?

Vinícius: O processo já tem seu relator nomeado e a comissão de avaliação estará na FAFICH no início do mês outubro. Acredito que temos grandes chances de conseguir o credenciamento em Centro Universitário, o que será um passo importantíssimo para nossa instituição.

GI: Em que pé está o trabalho da FESG/FAFICH para melhorar o IGC dos cursos oferecidos pela instituição?

Vinícius: Adotamos uma forma diferenciada de trabalho, visando elevar a nota do IGC.

GI: Como está o processo de criação do curso de Biologia?

Vinícius: Nesta semana recebemos a comissão de avaliação do Conselho Estadual de Educação e acredito que teremos um resultado positivo. O processo se encontra em fase adiantada e acredito que em novembro já realizaremos o vestibular.

GI: Podemos esperar o curso de Odontologia para o próximo vestibular?

Vinícius: O curso de Odontologia foi protocolado e já está tramitando no Conselho Estadual de Educação. Aguardamos o agendamento da visita da Comissão de Avaliação para o mês de outubro e acredito que possamos fazer o vestibular em dezembro deste ano ou janeiro de 2017. Esse curso será muito importante, pois além de se tratar de mais um curso na área de saúde, será implantada a Clínica Escola de Odontologia que atenderá gratuitamente toda a comunidade, oferecendo uma contraprestação social importante à sociedade.

GI: E o curso de Medicina, quando devemos tê-lo?

Vinícius: O Curso de Medicina é um sonho de toda comunidade e estamos trabalhando de forma efetiva para podermos viabilizar a implantação deste curso que será importante para a FAFICH e para Goiatuba. No mês de outubro protocolaremos o projeto junto ao Conselho Estadual de Educação e a expectativa é extremamente positiva para realizarmos o vestibular no primeiro semestre de 2017. Acredito muito nesse projeto e certamente conseguiremos ser agraciados com o deferimento do Curso de Medicina para a FAFICH.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior