Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiânia -

Premiados municípios que erradicaram criadouros do mosquito da dengue

Trinta municípios goianos receberam do governador Marconi Perillo e do secre-tário da Saúde, Leonardo Vilela, certificados de Município Aedes Zero. A solenidade ocorreu no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, na manhã desta quarta-feira, 31. Os outros 216 municípios goianos receberam o certificado Menos de 1% Aedes, pela redução da infestação, em seus territórios. Marconi exaltou o trabalho de toda a sociedade goiana no combate ao mosquito Aedes aegypti. “Quando sociedade e governo se unem, conseguimos vencer desafios. Estamos com a sensação de dever cumprido”, afirmou.

“No final do ano passado, o País se abateu emocionalmente devido ao aumento da dengue, da zika e da chikungunya. O Brasil se uniu em busca do combate ao mosquito Aedes. Nós não cruzamos os braços. Aqui em Goiás, conseguimos erradicar em 30 municípios e já temos o mapa verde em todas as cidades goianas. Há um reconhecimento público àqueles que nos ajudaram anonimamente a alcançar esse sucesso. Refiro-me às famílias, e a toda sociedade civil organizada que se envolveu nesta batalha”, comemorou. Marconi exaltou também o trabalho incansável dos agentes de saúde, dos Bombeiros, da Polícia Militar, dos secretários municipais, prefeitos e toda a equipe da Secretaria Estadual de Saúde (SES) que se esforçaram para alcançar os índices de sucesso em Goiás.

Municípios do Sul estão entre os premiados

Além do certificado, as cidades receberam também incentivos financeiros, totalizando R$ 319.052,85. Os 30 municípios que conseguiram o êxito de 0% de infestação são: Aloândia, Alto Horizonte, Americano do Brasil, Anhanguera, Avelinópolis, Brazabrantes, Buriti de Goiás, Campestre de Goiás, Campinorte, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Chapadão do Céu, Córrego do Ouro, Doverlândia, Edéia, Gameleira de Goiás, Guaraíta, Jesúpolis, Moiporá, Morro Agudo de Goiás, Nova América, Pilar de Goiás, Pontalina, Porteirão, Sanclerlândia, Santa Rosa de Goiás, Tuverlândia, Turvânia, Vicentinópolis e São Patrício.

Representando os municípios, o presidente da Associação Goiana dos Municípios, Cleudes Baré, destacou o empenho das cidades goianas no combate ao Aedes mesmo em tempos de crise. O bom desempenho da força-tarefa Goiás contra o Aedes fez com que a ação se tornasse referência no País. A metodologia aplicada na execução da operação, que tem como princípios básicos a regularidade na remoção dos focos, mobilização e conscientização da população e o uso do sistema de georreferenciamento e monitoramento dos dados, foi elogiada pelo então ministro da Saúde, Marcelo de Castro, e por gestores de outros estados.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior