Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Buriti Alegre -

Instituto Veritá aponta Marco Aurélio com 50,2%


Marco Aurélio (DEM) e Tiãozinho da Ótica (PTB)

Instituto Veritá aponta Marco Aurélio com 50,2%

 

A pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Veritá aponta que Marco Aurélio se mantém acima dos 50 pontos percentuais, apresentando números exatos de 50,2%, nas modalidades espontânea e estimulada, sobre seu oponente Tiãozinho da Ótica que apareceu com 33% (espontânea) e 33,7% (estimulada). Pelo quadro apontado pelo instituto, 12,2% dos entrevistados estão indecisos e apenas 4% pretendem votar em branco ou nulo.

O Instituto Veritá que realiza pesquisas para os principais veículos de comunicação em todo o país, realizou a pesquisa em Buriti Alegre a pedido do Jornal Goiás Interior no dia 19 de setembro, ouvindo 303 eleitores e utilizou ferramentas modernas para garantir maior confiabilidade ao resultado. Para esta pesquisa, a margem de erro é de 3,6% para mais ou para menos.

No levantamento feito pelo Veritá os números se apresentam consolidados, onde praticamente não há oscilação entre os números no formato espontâneo ou estimulado (onde se apresenta cartela com os nomes).

Tiãozinho é o mais rejeitado

Na pesquisa, o Instituto Veritá diagnosticou que 47,5% dos eleitores rejeitam o candidato Tiãozinho da Ótica, enquanto que apenas 31% rejeitam Marco Aurélio. Já 21% dos entrevistados não sabem ou não rejeitam nenhum dos candidatos.
A pesquisa mostra bem que há uma polarização dos votos, já que o índice de rejeição está similar ao de intenção de voto recebida por cada candidato.


45% dos eleitores aprovam administração João Alfredo


Faltando pouco mais de três meses para concluir seu mandato, o prefeito João Alfredo Netto (PT) tem um dos menores índices de aprovação desde que assumiu a Prefeitura Municipal, em 2005.

No levantamento feito pelo Instituto Veritá, cerca de 45,3% aprovam a atual administração, contra 54,7% dos entrevistados que desaprovam. Nem mesmo as obras no período eleitoral foi capaz de elevar os índices da atual administração.

Já a presidente Dilma Rousseff (PT) aparece com uma aprovação de 84,3% e o governador Marconi Perillo (PSDB) apresenta índice de 72,8% de aprovação popular.


Metodologia - Pesquisa quantitativa, que consiste na realização de entrevistas pessoais, com a aplicação de questionários estruturados e padronizados junto a uma amostra representativa do eleitorado do município. Público pesquisado: Eleitores residentes no perímetro urbano do município b) tipo de amostra: A amostragem será realizada da seguinte forma: 1. Estratificação so município por agrupamento de Setores Censitários obedecendo critério geográfico (Agrupamento de bairros conforme divisão do IBGE para o CENSO 2010) 2. Tamanho de cada estrato foi definido proporcional ao número de domicílios pertencente a cada um destes (Dados obtidos pelos microdados do CENSO Demográfico de 2010, IBGE) 3. Seleção das Residências segundo critério de amostragem sistemática 4. Realização de entrevistas domiciliares com sorteio dentre os moradores presentes na residência selecionada, obedecendo um quadro de Idade/Sexo gerado de maneira aleatória por um software estatístico, levando em consideração as proporções de idade e sexo constantes no sitio do TSE para o município (Maio/2012) c) Ponderação: a ponderação por gênero, faixa etária, escolaridade e renda familiar, caso seja preciso, se se baseará nas proporções informadas pelo TSE, as quais podem ser consultadas em: http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatistica-do-eleitorado-por-sexo-e-faixa-etaria ou em http://agencia.tse.jus.br/estatistica/sead/odsele/perfil_eleitorado/perfil_eleitorado_ATUAL.zip FEMININO, 16 A 24 ANOS; 7,51% / MASCULINO, 16 A 24 ANOS; 7,7% FEMININO, 25 A 34 ANOS; 9,27% / MASCULINO, 25 A 34 ANOS; 8,59% FEMININO, 35 A 44 ANOS; 10,53% / MASCULINO, 35 A 44 ANOS; 10,1% FEMININO, 45 A 59 ANOS; 12,19% / MASCULINO, 45 A 59 ANOS; 12,24% FEMININO, 60 ANOS OU MAIS; 11,53% / MASCULINO, 60 ANOS OU MAIS; 10,33%. Registrada no TSE com o protocolo: GO-00408/2012

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior