Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Prosa, Polícia & Política -

Prosa, Polícia e Política

SOM NO “12”

De tantas esta é mais uma. Perturbação do sossego. A PM estava em patrulhamento pelo Setor Central de Goiatuba, quando deparou com Fernando Maurinho Costa Martins, pilotando um Santana MFI 1541, com o volume do som muito alto. Além disso, o rapaz também afirmou não ter Carteira de Habilitação. O veículo foi apreendido e guinchado até o 29º BPM.

MAIS UM NO “12”

Desta feita, os policiais que trabalhavam patrulhando o Setor Vila Esperança, depararam com Guilherme Antônio Carmo Gregório, que conduzia seu Saveiro CYO 8703, com som muito alto, os documentos do veículo em atraso e perturbando o sossego da população. O carro foi guinchado e levado para o pátio do 29º BPM e está à disposição da justiça.

TEM PINGA?! ENTÃO É UM ASSALTO!!!

O cidadão Francisco da Costa estava em um bar na Av. Iguaçu, na Vila Betânia, quando dois elementos em uma moto Titan preta, chegaram, armados com revólver e anunciaram o assalto, levando o dinheiro que estava consigo.

DEU RUIM

Rua Tancredo Neves, Setor Bananeiras. A vítima Diemenes Ferreira Vilela, ao chegar em sua residência, percebeu que sua duas TVs, haviam sido furtadas. Indignado, saiu pelas ruas e deparou com o autor Suelinton Regis Vieira de 28 anos de posse dos objetos furtados. A polícia foi acionada e o autor preso em flagrante. Na busca pessoal, os policiais encontraram na cintura de Suelinton uma faca tipo peixeira. Ele foi detido e encaminhado às autoridades. O autor tem contra si acusação de outros crimes, incluindo homicídio.

FOI “PRO TIMBETE”

Em ação conjunta com a GPT a polícia militar conseguiu prender dois elementos suspeitos de praticar roubo no centro da cidade. Eles tentaram fugir pela GO 320 que dá acesso à BR 153. Mas, foram abordados e presos, os dois são oriundos de Anápolis e Goiânia e contra Rodrigo Ferreira Bezerra do Souza, já pairavam acusações de outros crimes.

A PEDRA QUE DERRUBOU!

A PM realizava patrulhamento pelo Setor Mutirão, visando coibir o constante tráfico de drogas que há no local. Próximo dali, acabou avistando um usuário fumando “Crack”, utilizando com cachimbo uma lata de alumínio. Ao ser indagado, confessou ser dependente da droga e que havia adquirido a substância de um elemento por apelido, “Juninho Gordo”, na Vila Mutirão. No momento da abordagem, o rapaz ficou muito exaltado e teve que ser contido pelos policiais. O nome do rapaz, Lucas Adriano Miranda que possui várias passagens pela polícia e mandado de prisão em aberto. Ele foi preso e encaminhado às autoridades

POLITICANDO

VEM AI mais uma das chamadas “operação Tartaruga”. Onde os profes-sores liberam os alunos após cumprirem metade de sua carga horária. Esta “operação” deveria ser chamada “Burro empacado”. Não leva a lugar nenhum, não resolve nada e todos saem perdendo. Principalmente, os alunos. Vamos aguardar.

PAGOU falando em salários, operações e outros detalhes. Esta semana a Admi-nistração Municipal pagou mais uma folha aos funcionários.

VEREADORES na berlinda. Clefer e Japinha, continuam exercendo suas funções até que haja uma nova história ou um outro capítulo para suas carreiras políticas. Também vamos aguardar para ver no que vai dar.

EXPECTATIVA para “Donizete da Bhrama” e “Braz Pedreiro”. Contra eles não pesam denúncias e são os possíveis substitutos caso a Justiça Eleitoral confirme a perda de mandatos os edis.
SÃO tantas coisas, tantos medos, tanta insegurança. Que o brasileiro já está tentando mudar seu jeito de viver. O pânico já está instalado, até mesmo no interior, onde tudo ia bem, até descobrirem que nossos ídolos da política são ladrões; que nossas riquezas estão todos os dias sendo dilapidadas e nossos filhos vitimas da desgraça da má gestão, aliada à corrupção.

ABRAÇOS desta semana pra você que não vendeu seu voto e que também não acredita em muita gente que acusa e tem sobre si as mesmas culpas.

Marcos Pereira,é radialista, jornalista, palestrante, teólo-go, especialista em ciências da religião, pedagogo e estudante de direito.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior