Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Política -

Partidos dão a largada para eleições 2012


Dr. Luis Carlos expõe seus projetos, caso dispute e vença as eleições

Partidos dão a largada para eleições 2012

 

Pelo que aconteceu desde o final da última semana, parece que os partidos políticos de Goiatuba resolveram acreditar que faltam apenas quatro meses para as eleições municipais, onde serão escolhidos o novo prefeito, vice e vereadores.

A movimentação começou na sexta-feira, 25, com o PTB que promoveu reunião na residência do médico Luiz Carlos Martins de Moraes, pré-candidato da sigla que recebeu correligionários, amigos, lideranças políticas, sindicais e simpatizantes. Na reunião compareceram representantes dos Democratas e também do PTC.

O encontro na casa de Dr. Luiz serviu para que ele oficializasse aos amigos e aliados seu projeto, revelado dias antes durante entrevista em emissora de rádio. O médico que é genro do também médico Armando Campos, aproveitou a oportunidade para mostrar qual a linha de discurso que pretende adotar.

Em um discurso inflamado e emotivo, Dr. Luiz falou de sua trajetória pessoal, de sua origem humilde (filho de feirantes) e porque resolveu entrar na política. Entre os pontos destacado está sua aversão ao atual regime de governo, o qual não concorda com nenhum ponto e acusou que as obras só acontecem no período eleitoral.

O vereador e presidente do PTB local, Venilton Avelinar de Resende, ressaltou que havia colocado seu nome à disposição como pré-candidato a prefeito, mas após algumas conversas com o médico, abriu mão para apoiar a pré-candidatura de Dr. Luiz por acreditar que é preciso acontecer algumas mudanças.

O contador Antônio Luzine (DEM) que também esteve no encontro, aproveitou a oportunidade para informar que também era pré-candidato e ressaltou alguns assuntos relacionados aos gastos da Secretaria Municipal de Saúde, onde questionou a remuneração de alguns médicos, dizendo que havia caso em que o profissional não tinha tempo suficiente para atender o volume descrito em sua remuneração.

Finalizando, Dr. Luiz Carlos ressaltou que em seu virtual governo pretende dar um choque de gestão em todas as áreas, da saúde à educação, arrancará as portas da prefeitura para dar acesso ao povo. Respondendo a indagação de uma professora, ressaltou que nenhuma categoria será tão valorizada em seu governo, como a educação.



Partidos se reunem parra traçar estratégia de olho nas eleições de outubro

Bloco alternativo pode se tornar realidade


Sob o comando do vereador Lair da Silva Mendonça, integrantes dos partidos PPL, PSC, PSB, PTC, PT do B e PHS se reuniram no Plenário da Câmara Municipal para debater sobre o rumo que deverão seguir no pleito que elegerá os novos mandatários no município. Na abertura do evento, Lair ressaltou a importância de se atuar em grupo, do seu drama pessoal e conclamou para que todos caminhem juntos para criar um cenário em que não prevaleçam valores individuais, mas sim os coletivos.

O pré-candidato pelo PSB Lázaro Santo de Oliveira ressaltou alguns pontos que o levaram a acreditar que pode ser candidato, “precisamos criar novas lideranças para entregar Goiatuba aos mais jovens, não temos novas lideranças”. Noroel Buzain (PSC) revelou que a preferência do partido é caminhar com Lázaro, mas que ele também precisa viabilizar coligação proporcional para viabilizar as candidaturas dele e do vereador Donizete Carolla, que segundo eles estão sendo descriminados por outros partidos que não aceitam coligar com eles.

Mas quem chamou a atenção foi Gracielly Cândida, irmão de Jairon Cândido (falecido em 2011), que “herdou” o PTC do irmão que era presidente da sigla. Ela ressaltou que nunca votou por legenda partidária, sim em pessoas, mas que agora entendera a necessidade de se pertencer a um partido, “não quero emprego, quero infraestrutura para instalar a empresa que estou criando, um projeto de 10 anos, defendo a bandeira da honestidade, precisamos criar um governo que defende a honestidade e crie infraestrutura para o micro empreendedor”.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior