Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Noticias do Campo -

Agrodefesa participa do Governo Itinerante

 

Agrodefesa participa do Governo Itinerante


A partir deste ano, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), órgão responsável pelo controle da sanidade animal e vegetal em Goiás, vai participar do Governo Itinerante. O programa é uma ação do executivo estadual com o objetivo de atender as necessidade imediatas do cidadão ou das comunidades em Goiânia e no interior. Por meio de palestras, orientações, entrega de benefícios e outras ações realizadas em visitas aos municípios, o governo leva toda a sua estrutura de trabalho para atender as demandas mais urgente dos moradores de cada localidade.

Comprometida com a saúde da população, a Agrodefesa por meio de seu Núcleo de Educação Sanitária desenvolverá ações de educação em segurança alimentar durante todas as edições do programa em 2013. As próximas participações estão agendadas para os períodos de 17 a 21 de abril, na região Noroeste de Goiânia; de 24 a 28 de abril, no Setor Garavelo em Aparecida de Goiânia e de 1º a 5 de maio, em Águas Lindas de Goiás, na região do Entorno.

“Queremos mostrar à população a importância de conhecer a procedência dos alimentos e se adquirir produtos registrados e em estabelecimentos fiscalizados pelo órgão de defesa sanitária oficial”, explica a veterinária Fernanda Martins de Aquino, uma das integrantes do Núcleo de Educação Sanitária. Na área de sanidade animal, a equipe de fiscais estaduais agropecuários quer divulgar a importância de manter os rebanhos livres de doenças através do controle dos programas sanitários e como os produtores rurais tem papel fundamental nesse processo. “Vamos mostrar também durante as ações os riscos da ocorrência de zoonoses, ou seja, doenças como tuberculose, brucelose, raiva e aftosa, que podem ser transmitidas do animal para o homem ou vice versa”, acrescenta Coraci de Paula, também do Núcleo.

No que se refere à sanidade vegetal, a Agrodefesa, durante o Governo Itinerante, vai apresentar as estratégias necessárias para manter lavouras e pomares livres de doenças e pragas que aumentariam o custo de produção e diminuiriam o acesso aos mercados. Ainda serão abordados os riscos da utilização de agrotóxicos, tanto para o aplicador, o consumidor e o meio ambiente.

A Agrodefesa oferecerá também a comunidade o cadastramento de propriedades/produtores rurais e de estabelecimentos fabricantes de produtos de origem animal, bem como as atividades de rotina desenvolvidas pelos escritórios locais. “Adiantamos que será necessário a apresentação de documentos pessoais e alguns específicos, por parte dos interessados, para a efetivação dos cadastros”, orienta o Fabiano Sousa Vargas, coordenador do Núcleo de Educação Sanitária da Agrodefesa.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior