Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Artigo -

Sua boca

Sua boca

 

Sozinho, pensamento longe, a mente vaga

Pelo deserto da saudade, onde só uma figura se propaga.

Delineia-se aos poucos de formas imprecisas e misturadas:

Contornos de curvas fartas e semi-retas afiadas.

 

Da geometria gélida, a cor lentamente despe-se faceira,

De um rubor fugás e lascivo à sombra da lareira,

Morangos, rosas e amoras se confundem

E a luz preciosa, explicita o vermelho, próprio daqueles que seduzem.

 

A penumbra incita a perder-me no aroma aveludado,

Doce e suave que respiro inebriado.

Ávido e frágil, esperanço-me à extasia

De encontrar-te, saciando o que falta a minha fantasia

 

O calor que sinto, quando toco,

O gosto que provo, quando beijo

Sua Boca : Meu desejo.

 

Gustavo Carlos Ferreira,é delegado de polícia e professor da FAFICH

 

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior