Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Esporte -

Vila Nova saiu da zona de classificação

Romes Xavier
Ao deixar escapar a vitória contra o Brasil de Pelotas/RS no Serra Dourada no sábado passado (30/09), o Vila Nova ficou em uma situação delicada no brasileiro da Série B. Ao perder os dois pontos por ter apenas empatado em 1x1 jogando em casa, o time colorado passou a ter obrigação de no mínimo empatar com o Ceará em Fortaleza/CE na última terça-feira. Perdeu por 2x0. Resultado que poderia mesmo ser descartado, desde que tivesse vencido o Brasil em casa. Os cinco pontos perdidos nas duas últimas rodadas e o confronto direto com o Ceará, fizeram com que deixasse a zona de classificação para a Série A em 2018. Agora terá que vencer o seu maior rival, o Goiás no clássico do próximo dia 14, sábado, no Serra Dourada. E convenhamos, mesmo que o Goiás esteja em uma situação difícil no brasileiro desse ano, clássico é clássico e não dá nem para apontar o Vila Nova como favorito. Aliás, em pesquisa recente, foi divulgado que nas histórias dos clássicos de times brasileiros, o Vila Nova é o maior freguês no Brasil com 71 derrotas acumuladas a mais. Ou seja, para o Vila Nova se igualar ao Goiás e tirar essa diferença de 71 vitórias esmeraldinas, vai precisar pelo menos uns 100 anos. Por isso não dá para apontar o time colorado como favorito no próximo clássico, já que existe uma grande tradição de vitórias para o Goiás.

E por falar nesse jogo, devido aos problemas causados pelas duas torcidas na última partida entre Goiás e Vila Nova, a justiça determinou que o jogo do sábado dia 14, tenha apenas 16 mil torcedores pagantes, oito mil para cada lado. Ouve chiadeira por parte da diretoria vilanovense, mas até agora não adiantou, porque a justiça levou em consideração os últimos jogos entre os dois times que tiveram públicos abaixo disso. O maior problema enfrentado pelo Vila Nova nesta Série B, é o ataque: Moisés, Matheus Anderson, Thiago Adan e outros atletas que fazem parte do ataque do time, marcaram apenas quatro gols neste campeonato. Muito pouco e mais cedo ou mais tarde a fatura chega para ser cobrada e dá se a impressão que pode ser nas próximas rodadas.

No jogo contra o Ceará o time precisou de um ataque mais eficiente e não conseguiu marcar as chances criadas, por isso perdeu o jogo e agora ficou em uma situação complicada. O torcedor mais desconfiado acha que o cavalo passou e o Vila Nova não montou. Será?

MOISES- Vila Nova tem um ataque de poucos
gols e agora sente falta de um matador

Atlético quarta melhor campanha

O time rubro-negro só voltará a jogar neste brasileiro da Série A no dia 11 de outubro, quarta-feira, contra o Atlético/PR na Arena da Baixada. Depois de vencer o Avaí/SC fora de casa por 2x0 e completar a terceira vitória seguida fora de Goiânia no returno da competição, o time já é visto pelos adversários com outros olhos. Só perde no segundo turno para Botafogo (15), Cruzeiro(14) e Vitória(13), perde no saldo de Gols para o time baiano. O Atlético está com incríveis 61,9% de aproveitamento. Se continuar nessa batida, o time conseguirá sair da zona de rebaixamento e pode até conquistar vaga para a Copa Sul- Americana.

O maior destaque do time neste returno, além do técnico João Paulo Sanches, é o meia atacante Luiz Fernando, que era reserva no primeiro turno, melhorou o seu futebol e agora é titular absoluto e já marcou quatro gols nas últimas quatro rodadas. O Atlético conseguiu recuperar tecnicamente dois jogadores, Walter e Luiz Fernando, talvez esteja aí, o alto rendimento do time nos jogos do segundo turno. Depois que jogar fora de casa contra o Atlético/PR, o nosso rubro-negro vai enfrentar Palmeiras e Vasco no Estádio Olímpico em Goiânia. Serão nove pontos em disputa e o time precisa conquistar pelo menos seis para continuar com o mesmo percentual de aproveitamento e sair da zona de rebaixamento ainda neste mês de outubro.

LUIZ FERNANDO- Meia atacante o maior
destaque do time no returno

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior