Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Esporte -

Flamengo fecha em primeiro

Por Romex Xavier
O Flamengo faz uma campanha muito boa neste inicio de brasileiro da série A e fecha a rodada em primeiro. É determinado pela CBF que a primeira divisão para com o período de Copa do Mundo. O Time fecha a 12ª rodada com uma pontuação expressiva e um grande jogo contra o Palmeiras em São Paulo/SP. Onde empatou fora de casa (1x1) e somou o seu 27º ponto e não pode ser alcançado neste período pré-copa.

O time rubro-negro é dono do maior orçamento de todos os clubes brasileiros, cerca de 600 milhões de reais, dono da maior torcida e ainda tem o privilégio de ter 90% dos seus jogos na TV aberta, sem contar, com as TVS fechadas. Por ter um grande público em seus jogos, em qualquer lugar do Brasil, o Flamengo não faz mais que a obrigação de estar na ponta da competição. Um time com a grandeza do Flamengo, tem por obrigação de ganhar pelo menos três títulos nacionais, e dois sul-americanos, há cada dez anos. È obrigação!

Para que isso aconteça, é necessário, apenas ter uma boa administração e que o dinheiro do clube não seja jogado pelo ralo, como se fosse dinheiro público. Só isso! Nada mais!


Vinícius Júnior - Atacante vai embora e engorda os cofres do clube

Goiás em recuperação

O Goiás conquistou na última terça-feira, uma vitória importante para a recuperação da equipe no Brasileiro da série B. Venceu o Londrina/PR por 3x1 jogando na casa do adversário, no Estádio do Café. O time fez um grande jogo, em uma ótima atuação do atacante Carlos Eduardo, que marcou dois gols e deu mostras que pode fazer um grande Campeonato Brasileiro, desde, que tenha mais dedicação. O volume de jogo apresentado pelo time nos últimos jogos, tem beneficiado também o atacante Lucão, que já marcou cinco gols no campeonato e é vice líder na artilharia.

Com a vitória fora de casa o Goiás, por enquanto, está fora da zona de rebaixamento. Com a vitórias, na sexta-feira, o CRB/ AL contra a Ponte Preta/SP e do Fortaleza/CE sobre o Brasil de Pelotas, no Estádio Castelão, na capital cearense, o Goiás vai fechar a rodada livre dessa “zona” que tanto incomoda os clubes. A vitória do Goiás fora de casa, faz parte do projeto de recuperação do time, que parece estar mais comprometido com a causa do clube.

Os próximos jogos dos esmeraldinos podem dar uma nova cara para o time na competição: pega o Juventude e depois o CRB em casa. Vencendo esses dois jogos o time deixa a zona de rebaixamento, vai para o meio da tabela e depois, pode começar a brigar para entrar no seleto grupo dos quatro primeiros colocados. O time precisa impor um ritmo alucinante neste período de Copa do Mundo, para sair de uma situação de desconforto na competição.


Carlos Eduardo - pode estar de volta ao jogo

VILA NOVA X ATLÉTICO

Sábado, Vila Nova e Atlético mpataram em 0 a 0, com torcida única. Somente a torcida colorada teve direito de entrar no estádio. Aliás, os clubes goianos estão adotando esse sistema para que os times não sejam prejudicados com possíveis brigas de torcedores. O Vila Nova teoricamente pode estar um pouco mais ajustado que o Atlético neste brasileiro, não conseguiu impor nenhum favoritismo ao time dversário, chegou ao 7º jogo sem vencer, enquanto que o Atlético não conhece uma vitória à cinco. O Vila Nova mesmo com os resultados negativos, vive um momento mais tranquilo, ainda está queimando a “gordura” acumulada com os quatro resultados positivos nas primeiras rodadas da competição. O resultado negativo de sábado não quer dizer que haverá demissão do técnico Emerson Maria, já que este treinador tem muito prestigio com a diretoria colorada.

Já, para o lado do Setor Urias Magalhães, não pode dizer o mesmo. O técnico Claudio Tencati, tem andado numa corda bamba a algumas rodadas. Mas a diretoria do Atlético tem tomado posições que podem beneficiar o treinador: foi desligado do clube o volante Bileu descomprometido com o time e o auxiliar técnico, João Paulo Sanches também deixou o clube depois de quatro anos trabalhando no Atlético.

Teve desgaste com Tencati e foi desligado da comissão técnica. Com ele no time de Tencati, o ambiente começou a ficar ruim, a diretoria fez a opção pelo treinador. Como clássico é clássico, não podemos dessa vez, apontar um favorito.


Cáudio Tencati - Técnico atleticano na corda bamba,
mesmo parecendo estar prestigiado

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior