Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Tentativa de resgate no Presídio de Goiatuba

Portão da escola foi cravejado de balas de grosso calíbre

No começo da noite deste domingo (19), o agente carcerário, Paulo Henrique, percebeu movimentos estranhos na parte dos fundos no presídio de Goiatuba, quando foi verificar detectou a presença de alguns homens tentando entrar na unidade prisional. A unidade é vizinha de da escola Maria de Lourdes Estivalett Teixeira, que atualmente se tornou um anexo do Colégio Estadual de Goiatuba.

No momento, houve intensa troca de tiros entre o agente e os homens que agiam na tentativa de resgatar alguns detentos da unidade prisional. A atuação do agente carcerário Paulo Henrique foi decisiva para frustrar a ação dos marginais.

As marcas dos tiros ficaram em várias partes, inclusive no portão da escola. Apesar da troca de tiros entre o agente e os homens, mas eles conseguiram fugir em um veículo que estava estacionado na Rua Juruá, segundo algumas testemunhas, que informaram haver um veículo Celta de cor prata com outros homens fazendo a retaguarda dos que tentaram invadir a Agência Prisional, que após a troca de tiros fugiram do local.

Segundo Juliano Galdino, diretor da Agência Prisional, um dos homens que participaram da tentativa de resgate foi atingido por disparos feitos pela vigilância do presídio, sendo que após a fuga ele deu entrada no Hospital Municipal de Goiatuba com pelo menos dois ferimentos. Ele foi reconhecido pelo agente carcerário Paulo Henrique como um dos membros do grupo e recebeu voz de prisão pelo cumprimento de mandado de prisão em aberto.

O homem que teve sua identidade preservada para não prejudicar as investigações é de Goiatuba mas ostenta passagens por cometer delitos em outras comarcas, foi socorrido pela equipe que estava de plantão no Hospital Municipal não corre risco de morte. O agente carcerário também foi ferido com os estilhaços dos tiros disparados pelos criminosos, mas foi atendido e liberado.

Juliano ressaltou que as investigações e as buscas pelos demais membros do grupo continuam. Maiores detalhes deverão ser divulgados na próxima quarta-feira (22), quando o suspeito que está sob custódia policial deverá ser apresentado. (Fotos: Marcos Correa e Agente Cruz)

 

Cápsulas de balas recolhidas pela investigação

Local onde um dos suspeitos foi socorrido com ferimentos à bala

Marcas de sangue

Portão da escola onde aconteceu a troca de tiros

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior