Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Saúde preocupada com pneus e caixas d’água

A Secretaria Municipal de Saúde está preocupada com dois grandes vilões na proliferação do mosquito Aedes Aegypti, responsável por transmitir doenças como a dengue, Chikungunya e o Zika Vírus, responsável por provocar doenças como a microcefalia e a Síndrome de Guillain-Barré, que são os pneus descartados e as tampas das caixas d’água.

Para não dar chance de reprodução ao mosquito, a Secretaria através das equipes de Agentes de Endemias está realizando a coleta de pneus em todo município, visitando estabelecimentos como borracharias, oficinas mecânicas e auto-centers no sentido de orientar os proprietários, fazer a coleta e nos casos mais graves notificar os responsáveis para que tome as devidas providências para evitar a proliferação do inseto. Os pneus recolhidos pelas equipes são levados para o Ecoponto, de onde são redirecionados para a reciclagem.

Já no âmbito doméstico, as equipes de Endemias estão trabalhando na verificação do deslocamento das tampas das caixas d’água, já que a cidade sofreu com as últimas chuvas de vento que aconteceram durante este mês. Na oportunidade, os agentes aproveitam para verificar outros tipos de reservatórios para checarem se estão bem fechados, de modo que a passagem do mosquito está totalmente vedada.

Segundo o diretor de Endemias de Goiatuba, José Divino de Lima, as equipes estão recebendo total apoio do secretário de Saúde Joãozinho do Foto e do prefeito Fernando Vasconcelos. “O apoio dos nossos gestores tem sido fundamental neste enfrentamento que estamos tendo contra o mosquito, toda equipe está envolvida para que não tenhamos outra epidemia como aconteceu recentemente”, declarou.

Para Joãozinho, “o trabalho que as equipes de endemias estão fazendo é importante, mas para o sucesso do trabalho é fundamental que a população se conscientize que este trabalho não alcançará nada seu a participação de todos nós, seja limpando nossos quintais, seja denunciando os que não cumprem sua obrigação”, concluiu.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior