Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Recapeamento

Esta semana o repre-sentante da empresa Metrafort que vai executar a obra de recapeamento de diversas vias na cidade de Goiatuba esteve conhecendo a cidade e a situação de cada um dos trechos que serão revitalizados. A obra que será desenvolvida através da parceria entre o Estado e a Prefeitura Municipal prevê o recapeamento de quase 250 mil m² de vias e custará cerca de R$ 2 milhões.

Para Elson, diretor da Metrafort, o estado de deterioração da pavimentação das ruas de Goiatuba chegou ao extremo e que seu prazo de validade venceu. Em sua avaliação, o correto seria refazer a pavimentação, todavia, o custo inviabilizaria o projeto, já que o recurso liberado nesta parceria seria suficiente para refazer apenas a Avenida Clovis Rodrigo do Vale. Elson ressaltou que esse serviço dará uma sobrevida ao asfalto e irá melhorar o conforto dos usuárias dessas vias recuperadas.

Segundo o diretor da Metrafort, as obras deverão ser iniciadas nos próximos dias, já que os projetos e toda documentação estão de posse da AGETOP, órgão do Governo Estadual gestor do convênio e que assina o termo de autorização para execução da obra.

O prefeito Fernando Vasconcelos (PMDB) acom-panhou a visita e mostrou alguns dos principais trechos a serem beneficiados pelo recapeamento, mostrando em especial, a Avenida Clóvis Rodrigo do Vale que é a maior via a ser recuperada neste convênio.

Jardim América

Na oportunidade, o prefeito Fernando Vas-concelos visitou o setor que vem sofrendo com água no período chuvoso (não há escoamento) e, com a poeira no período seco, já que o empreendedor não realizou obras de infraestrutura, onde conversou com moradores e mostrou as obras que a Prefeitura irá executar naquela localidade.


O prefeito solicitou à Saneago que realoque recursos para construção da rede coletora de esgoto e determinou à Secretaria Obras que trabalhe em parceria com a estatal para, na mesma época, construir as galerias pluviais necessároas que vão permitir o escoamento das águas das chuvas, causando apenas um transtorno aos moradores que sofrem com a situação e na abertura de valas.


Como o projeto depende da Saneago, o prefeito prevê que antes do período chuvoso deste ano, apenas a rede de esgoto e galerias pluviais deverão ficar prontas, além da terraplanagem, mas que logo após o período das chuvas as ruas serão pavimentadas.

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior