Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Polícia faz reconstituição do caso de Bonny Jr


Familiares e amigos acompanham trabalho da perícia

Polícia faz reconstituição do caso de Bonny Jr


A Polícia Civil em parceria com a Polícia Técnico-Científica realizaram a reconstituição do episódio que culminou na morte do cantor sertanejo José Bonifácio Sobrinho Júnior, o Bonny Júnior na tarde desta quinta-feira (13). A reconstituição começou na porta da Delegacia da cidade de Panamá, ponto inicial da ocorrência e se estendeu pela Rodovia  GO 515 até a porta de um motel no acesso à Goiatuba, ponto em que a rodovia ficou interditada por cerca de 1 hora para que os peritos pudessem fazer a reconstituição.
Toda trabalho da polícia foi acompanhado por membros das polícias Civil e Militar, além de dezenas de familiares, amigos e curiosos, mas sem nenhum transtorno aos trabalhos desenvolvido pelos peritos. O trabalho foi coordenado pelos delegados Ricardo Chueire (6º Regional de Itumbiara) e Gustavo Carlos Ferreira, de Goiatuba.
Todos os policiais militares envolvidos no episódio, inclusive o soldado Cléber que se recupera das graves lesões sofridas no acidente estavam presentes na reconstituição e colaboraram com o trabalho da Polícia Técnico-Científica. O subcomandante do 29º Batalhão de Polícia Militar Major Júlio César e o comandante do GPT Tenente Soares também estavam no local acompanhando tudo.


Familiares se reunem na praça para acompanhar inquérito


Policiais trabalham no início da reconstituição


Início da reconstituição


Veículo posicionado no local de suposta manobra perigosa


Policiais que estavem na operação participam da reconstituição


Viatura posicionada no local onde houve acidente


Perítos fazem medição entre a viatura e local onde SD. Cléber foi arremessado 

 


Carro posicionado no local do acidente


Próximos passos
do inquérito


Segundo o delegado Ricardo Chueire, “iremos confrontar o primeiro laudo realizado pela perícia no dia da morte com esse de hoje (ontem) para materializar a versão dada pelos policiais militares, os peritos têm 10 dias para preparar o laudo final”, esclareceu.
Já o delegado Gustavo Carlos Ferreira afirmou que vai pedir a exumação do cadáver de Bonny Jr. e que a data será divulgada tão logo os médicos legistas marquem a data de acordo com a disponibilidade da agenda. “Queremos verificar se a bala que acertou seu crânio ainda está alojada para retirá-la e fazermos os exames necessários para verificar de qual arma partiu o projetil e determinar qual policial foi o responsável pelo disparo”, ressaltou.
Confira mais fotos e as entrevistas dos delegados Ricardo Chueire e Gustavo Carlos Ferreira em www.goiasinterior.com.br e www.interiortv.com.br.


Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior