Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Memorias

Após os festejos natalinos e de ano novo estamos de volta. Hoje, apresentamos mais um goiatubense que se deu muito bem no futebol, vamos reviver as “Memórias” de Rubens Antônio Lopes, o “Rubinho”, que se iniciou na pratica esportiva aos 14 anos com Pelezinho, João Aprígio e Bira do “Iziquias”, que dirigia o “Palmeirinhas”, onde conquistou seu primeiro campeonato. Após a conquista se mudou para Goiânia e aí não jogou mais.

Em 1981. De volta à terra natal, passou a treinar no Azulão do Sul e no ano seguinte foi inscrito como amador. No mesmo ano, foi levado pelo Deocleciano Balieiro ao Botafogo de Ribeirão Preto (SP), para atuar na equipe de juniores. Por quatro meses treinou junto com Raí e Marco Antônio Boiadeiro. Por razões pessoais perdeu uma excelente oportunidade de crescer no futebol.

De volta a Goiatuba, reintegrou-se ao clube de origem. O presidente à época era Oscar Mendonça e disputava a 2ª Divisão com um time semiamador, não conseguindo o título. Em 1984, sob o comando de Antônio Martins montou-se uma boa equipe e Rubinho estava lá, já profissionalizado por Alvair Barbosa, juntamente com outros goiatubenses conquistou o título da Segundona.

Continuou e em 1985 disputou a 1ª Divisão chegando na 6ª colocação, se mantendo na competição para o ano seguinte. Em 1986 foi para Santa Helena com Antônio Martins e mais uma vez foi vencedor da Segundona. Permaneceu por lá no ano seguinte e na 1ª Divisão, não chegou ao título, mas ficou numa ótima colocação. Neste período jogou somente o 1º Turno, se transferindo para o América de Morrinhos e pasmes, mais uma vez conseguiu o título da Segundona e mais uma vez com o treinador Antônio Martins, considerado no futebol goiano como o “Rei da Segundona”.

Em 1988 foi parar no Piauí E. Clube, de Teresina (PI), onde permaneceu por 7 meses. Voltou a Goiatuba, já encerrando a carreira como profissional e a partir daí se dedicando ao futebol amador. Assim como diversos colega, prestou o concurso da Prefeitura Municipal, onde atua desde 2007 como jardineiro. É solteiro, sem filhos e mora com a mãe.

Esse é o Rubinho, o único goiatubense que tem 3 títulos do futebol profissional da segundona.

Da esquerda p/ a direita em pé: Cueca, desconhecido, Ildo, Denízio Agachados: Hélio “Pinta Roxa”, Marinho e Rubinho

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior