Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Goiatuba -

Azulão do Sul: Recordar é preciso

 

Neste 5 de maio o Glorioso Goiatuba Esporte Clube – o “Azulão do Sul” completa 48 anos de fundação e 40 anos de atividades. Com história de inúmeras façanhas, glórias e respeito, o Clube se tornou o maior divulgador do município. Para isto, ao longo deste tempo, diversos dirigentes se sacrificaram para que os goiatubenses tivessem alegrias nas tardes de domingo e noites de quarta-feira.

Apesar de muitos terem ido, outros querem dar sua contribuição. E uma nova diretoria foi eleita com o objetivo de reestruturar o clube administrativamente e também o departamento de futebol.

Conquistas e façanhas como: Bicampeonato da Taça Vale do Paranaíba, Copa Sul Goiano, Taça de Bronze (Brasileiro 81), Torneio Incentivo Goiano, Goianão 2ª Divisão 1984, Copa Otávio Pinto Guimarães (2º colocado Seletivo 87), 1º Turno Goianão 88, Troféu Nivaldo Ponciano (89), participação do Brasileiro 2ª Divisão 1989, empréstimo de um time inteiro ao Piracanjuba em 1991, o histórico título de Campeão Goiano de 1992 (57 pontos ganhos e 69 gols marcados, Pirata e Bilzão artilheiros com 16 e 14 gols), participação da Copa do Brasil de 1993, Campeão da Copa Íris Rezende e Seletivo do Brasileirão Série “B”. Participação no Brasileirão de 1994 a 1997. Em 2002, dirigido por Alfinete, o Azulão ficou a uma vitória para chegar a final do Goianão.

O Clube contou com craques como Zé Borracha, Nélio, Eulálio, Vadinho, Alvair, Jorge, Esqueleti, Adão, Paulo Hernane, Tuta, Traíra, Ubiraci, Luis Carlos, Paulo Cézar, Pirata, Lenilson, Romeu, Edvaldo Sousa, Cláudio, Pitita, Adilson, Bill e muitos outros. Treinadores famosos também aportaram por aqui, Da Silva, Vilfredo, Batista, Galli, Alfinete, Eulálio e Orlando Pereira (Campeão de 92). Jogos inesquecíveis do Azulão: Quilacolobata (Bolívia) Seleção da Tânzania, América do Rio, Flamengo, Palmeiras, Seleção Indígena de Aruanã, Atlético do Paraná, Bangu, Mogi-Mirim e outros grandes do futebol brasileiro.

A nova diretoria do Goiatuba Esporte Clube revela que está consciente do desafio assumido e que terá muito trabalho pela frente e que precisará de muita colaboração dos desportistas, Poder Público, empresários e toda comunidade para consolidar a reestruturação do Azulão, que num futuro muito breve voltará a ter a representatividade que a cidade merece.

Segundo os dirigentes, é preciso agradecer aqueles que presidiram o Goiatuba desde sua fundação em 1970, como o saudoso Nelson Castilho, Santo Aparecido, Zé Dante, Benito Rodrigues, Antônio Leitão, Admerson, Edson da Gavel, Hermes Traldi, Cassimiro, Zequinha, Valdomiro, Oscar Mendonça, Nedir, Antônio Bernardino, Reinaldo Coelho, Laércio, Zé Benjamim, Buró, Átavila, Dr. Eduardo, Clóvis, Rulinha, Salvador, Jairom, Juscelino, Nonô Benedini, José Rodrigues, Saulo, e outros. Também teve pessoas como: Paulo Misael, Manézinho, Seu Gerson, Eduardo da Metrasa, Zé do Café, Sombra, Sílvio Antônio, Charles, Gilson, Cascão, Nélio e mais uma infinidade de pessoas que muito fizeram pelo Azulão nesta longa trajetória. Apoiaram esta reportagem Meloviano Assunção, Óticas Via 2000 e Visual, Ricardo da Carpa, Visão Publicidades, Dr. Érick Vieira Cardoso, Supermercado Goiabão, Edersom Pizza, Raimundo da Cava e Supermercados Primavera.

Meloviano Assunção

Presidente

Ederson Pacheco (Pizza)

Vice-Presidente

Eduardo Castilho Bessa

2º Vice-Presidente

Dr. Erick Vieira

3º Vice-Presidente

Donaldo Diniz

4º Vice-Presidente

Carlos Roberto da Silva

Presidente do Conselho Deliberativo

Nilton Viturino

Vice-Presidente do Conselho Deliberativo

Antônio Augusto

Presidente do Conselho Fiscal

Ricardo Pereira (Chulapa)

Membro do Conselho Fiscal

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior