Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Caldas Novas -

Encontrado ossada que pode ser de mulher desaparecida

Na manhã desta segunda-feira (14), foi comunicado o desaparecimento de Tatiane Alves de Souza, de 32 (trinta e dois) anos. De acordo com a comunicante, Maria Zilda de Souza Campos, mãe da desaparecida, sua filha Tatiane mantinha relacionamento amoroso com Alessandro Belo Rosa (Sandro Belo), desde o ano de 2012, quando se conheceram enquanto estavam presos na Unidade Prisional de Morrinhos.

Dona Zilda informou que o relacionamento amoroso de sua filha com Alessandro era marcado por muita violência e brigas, já que o casal era usuário de drogas. Conforme narrado por Dona Zilda, ela foi informada por familiares de Alessandro, que dois sobrinhos dele, de 11 e 13 anos de idade, teriam presenciado o tio matando Tatiane com a utilização de uma foice, e que ele havia comentado entre os familiares que “quando mata alguém enterra no banheiro”.

Desta forma, diante desta informação e tendo em vista que Tatiane não mantinha contato com seus familiares desde o mês de Setembro de 2013, a mãe da desaparecida procurou pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Caldas Novas (DEAM), para registrar o desaparecimento e provável homicídio de sua filha.

Assim, a equipe da DEAM de Caldas Novas, comandada pela delegada Sabrina Leles de Lima Miranda, foi até o local indicado como sendo o terreno em que Tatiane e Alessandro residiam, local em que anteriormente havia um “barracão de lona”, e com o apoio da equipe do Corpo de Bombeiros de Caldas Novas, realizaram buscas ao cadáver de Tatiane.

Após várias horas de buscas no Setor Portal das Águas Quentes ,em Caldas Novas, a ossada de um ser humano foi localizada dentro de uma fossa no terreno em que o casal residia. Os ossos foram disponibilizados ao IML, que os encaminhará para perícia, a fim de se comprovar definitivamente se os ossos são da desaparecida Tatiana Alves de Souza.

Pela medida da ossada e de posse dos depoimentos das duas crianças que visualizaram Alessandro desferindo golpes de foice em Tatiane, a Polícia Civil já tem elementos suficientes para representar pela prisão preventiva do suspeito, que se encontra em local incerto e não sabido, já que teria se evadido da cidade, logo após ter cometimento o suposto homicídio contra sua companheira Tatiane.

A Delegada de Polícia delegada Sabrina Leles de Lima Miranda elogiou o empenho e agilidade de seus Policiais na elucidação de mais um bárbaro crime contra mulher, e ao empenho e pronto atendimento do Corpo de Bombeiros local.  Fonte: 6ª DRP/Itumbiara

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior