Goiás Interior - A notícia como ela é !
×
Tecnologia -

WhatsApp ganha backup ilimitado no Android

Atenção: WhatsApp poderá apagar backups antigos hoje, 12 de novembro!

O WhatsApp agora tem espaço ilimitado para backups no Android. A partir desta segunda-feira (12), os arquivos do mensageiro passam a não ser mais contados no Google Drive, que oferece 15 GB na versão grátis. O iPhone não recebeu o benefício; as cópias de segurança feitas com o celular da Apple continuam ocupando espaço no iCloud Drive, também com 15 GB na oferta gratuita.

O WhatsApp anunciou há mais de dois meses que o armazenamento de backup de conversas do mensageiro deixará de consumir espaço no Google Drive, mas essa mudança vem acompanhada de outra alteração: uma modificação nos termos de uso da plataforma que pode resultar na perda de backups guardados há mais de um ano, como lembra o Android Pit.

Se você não atualizou os backups há menos de um ano, as conversas serão removidas de sua conta no Google Drive a partir hoje, 12 de novembro, quando os novos termos entram em vigor. Nas mensagens enviadas aos usuários em agosto, a Google já alertava sobre a necessidade de fazer um backup manual das mensagens antes desta data para evitar perdas.

Portanto, acesse as configurações do WhatsApp e vá em Conversas > Backup de Conversas, e ative a opção “Nunca” em “Fazer backup no Google Drive”.  Depois, clique em “Fazer backup” para que o histórico de mensagens seja salvo localmente em seu dispositivo.

Faça um backup manual para não perder conversas. (Fonte: TecMundo/Douglas Ciriaco)

É possível, também, limpar e redefinir todas as configurações do WhatsApp e fazer login novamente com o seu número de telefone a fim de que ele “puxe” as conversas antigas a partir do backup e você tenha tudo em seu smartphone.

Depois disso, basta ativar novamente o backup automático no Google Drive para que o procedimento seja realizado de acordo com as configurações definidas por você. Vale lembrar que conversas, vídeos, áudios e imagens armazenados no Drive não estão protegidos pela criptografia ponta a ponta do WhatsApp.

Fonte: TecMundo

Edições Anteriores
Acesse as edições anteriores do Goiás Interior